fbpx
Widget Image
Nossa Missão

Se você quer levar sua empresa para o próximo nível, a Orbital é sua melhor opção. Metodologias ágeis, focada em validação e crescimento.

Siga-nos
Onde estamos: São Paulo/SP - Maringá/PR
Contato/whats: +55 11 97486 8849 | +55 44 99144 7744
Top
Inovação em forma de startups para empresas - Orbital
8182
post-template-default,single,single-post,postid-8182,single-format-standard,mkd-core-1.0,woocommerce-no-js,orbital-ver-1.1.1,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-standard,mkd-sticky-header-on-scroll-down-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-dark-header,mkd-full-width-wide-menu,mkd-header-standard-in-grid-shadow-disable,mkd-search-dropdown,mkd-side-menu-slide-from-right,mkd-woocommerce-columns-4,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Blog

Inovação em forma de startups para empresas

Tecnologia marcando o compasso da música chamada sociedade

Não é muito difícil  observar as mudanças no mundo corporativo enquanto a tecnologia também passa por suas constantes mudanças e evoluções. A tecnologia não impacta apenas a forma como o mundo funciona e as tarefas e processos são realizados, impacta também a forma como as pessoas agem, se planejam e constroem, impacta diretamente a forma como uma pessoa olha para a sua carreira e suas qualificações, pois a mesma sabe que quanto mais for entregue e facilitado por conta da evolução tecnológica mais será exigido para se atingir uma posição de destaque e difícil substituição; assim como cria um sentimento de imediatismo que vemos em constante crescimento desde a explosão das startups nos últimos 6 ou 7 anos, estamos começando a nos habituar com essa agilidade em processos, à segurança de termos tarefas antes complexas sendo realizadas com poucos movimentos e muita intel por trás.

As corporações em meio à revolução

Se a sociedade muda sua forma de agir, muda sua forma de pensar e sua forma de planejar é óbvio concluir que o mercado também o faz. Presenciamos a ascensão da geração Y como a atual geração mais economicamente ativa, uma geração que cresceu junto com o estouro da terceira revolução industrial e a ilusão do que viria a ser a industria 4.0, uma geração que por si própria já é muito mais exigente e imediata que a anterior; estamos falando de uma sociedade altamente crítica assumindo o controle do movimento financeiro mundial.

O cliente mudou, o persona das corporações mudou, falamos de um cliente que não se importa mais em ser bem atendido numa agência bancária porque o mesmo nem faz mais questão de ir a uma, pois é muito mais simples fazer todos os trâmites de forma remota e com emojis no chat do internet banking; o público hoje se importa cada vez mais com empatia, em criar laços com a solução e fazer ela parte do dia a dia, e cada vez menos com guerra de marcas e status corporativo.

O impacto que isso tudo causa é muito maior do que muitas empresas puderam prever e acabaram implodindo, a vida útil das empresas vem sendo transformada por conta do posicionamento do mercado, na imagem facilmente percebemos que a vida útil das empresas vem diminuindo em detrimento da mudança do público, em sua exigência por soluções mais ágeis e processos mais simples.

Percebemos que o estouro das startups em 2014 é facilmente observado no gráfico como uma queda constante anual na vida útil das empresas, isso ocorre porque startups em seu modelo ágil e forma enxuta de operar tem investido em processos simples, soluções nichadas e em escalabilidade. Não observar essa tendência, não observar que hoje não é mais o maior nem o que tem maior número de funcionários ou produtos que será o escolhido pelo mercado, mas sim aquele que está pronto para responder ao mesmo, aquele que se apaixona por dores e necessidades e está disposto a constantemente pivotar segundo as dores do seu público, ou seja, aquele que é mais ágil e adaptável.

Percebemos como grandes corporações tem sucumbido diante de concorrentes que não possuem nem o 10% da sua folha de pagamento ou mesmo um espaço físico, o maior exemplo disso é a gigante Blockbuster. A mesma chegou a ter em seus 20 anos de existência cerca de 70 milhões de associados e 9 mil lojas físicas por todo o mundo, a gigante das locadoras de filmes chegou a valer US$ 6bi; a mesma recebeu uma proposta da, na época novata, Netflix que iria atuar como serviço de entrega de filmes para que os usuários não tivessem que se deslocar até as lojas físicas, a proposta era de US$ 50 milhões para a compra da Netflix a qual observou que a tendência futura seria a agilidade, mas foi recusada por John Antioco, CEO da Blockbuster que não conseguiu ver que o mundo estava passando por mudanças e oferecer agilidade em serviços seria uma tendência mundial em poucos anos, observe na imagem os números de ambas empresas entre 2004-2010:

A inovação em forma de startups

Percebemos que inovar é essencial, se empresas não inovam para crescer o terão de fazer para sobreviver, essa é uma realidade comprovada. Uma forma das empresas conservadoras se colocarem novamente no jogo é investir em inovação, desde o gerenciamento de equipes para oferecer ambientes cada vez mais colaborativos e criativos até investir em fluxos mais simplificados. O modelo de startups pode surgir dentro da mais restrita e conservadora empresa, departamentos de P&D acabam sendo insuficientes para competir num mundo cada vez mais exponencial como o nosso, temos exemplos de empresas brasileiras que decidiram romper com as barreiras do conservadorismo e implementar metodologias da cultura de startups, um exemplo é o Banco do Brasil. O mesmo decidiu investir em sua equipe com programas de aceleração onde os próprios funcionários possuem suporte para criarem soluções e serem acelerados como startups dentro da própria empresa, o programa inclui também uma fase de imersão direto do vale do silício, como resultado disso temos que o Internet Banking do Banco do Brasil é hoje o app da categoria mais bem avaliado da Google Play Store e o mesmo foi desenvolvido dentro da casa, com talentos internos.

Startups oferecem uma forma de operar ágil, as mesmas procuram solucionar dores de públicos específicos, muito bem segmentados e de forma exponencial, isso dentro de corporações pode resultar em grande economia e facilitações de processos, temos exemplos de empresas que compram ou investem em startups para as inserirem em sua rotina de forma exclusiva, outras como o caso citado investem em inovação interna e criam startups próprias. Startups oferecem uma forma de operar ágil, as mesmas procuram solucionar dores de públicos específicos, muito bem segmentados e de forma exponencial, isso dentro de corporações pode resultar em grande economia e facilitações de processos, temos exemplos de empresas que compram ou investem em startups para as inserirem em sua rotina de forma exclusiva, outras como o caso citado investem em inovação interna e criam startups próprias. Entre as vantagens de se investir em startups temos sua alta tendência de crescimento, as mesmas em questão de 5 anos conseguem atingir 9 dígitos por conta de sua alta escalabilidade e quanto maior seja a ligação com a dor e a preocupação em contribuir para o desenvolvimento humano maior o seu crescimento.

Essa nova cultura é totalmente baseada em investimento humano e intra-empreendedorismo, no fim tudo converge para o desenvolvimento de um mundo mais colaborativo e empático.

 

Gostou da matéria? acompanhe nossas redes para estar sempre ligado com as publicações do nosso blog 😉

Nenhum comentário

Deixe um comentário