fbpx
Widget Image
Nossa Missão

Se você quer levar sua empresa para o próximo nível, a Orbital é sua melhor opção. Metodologias ágeis, focada em validação e crescimento.

Siga-nos
Onde estamos: São Paulo/SP - Maringá/PR
Contato/whats: +55 11 97486 8849 | +55 44 99144 7744
Top
Vamos começar a inovar certo? - Orbital
8055
post-template-default,single,single-post,postid-8055,single-format-standard,mkd-core-1.0,woocommerce-no-js,orbital-ver-1.1.1,,mkd-smooth-page-transitions,mkd-ajax,mkd-grid-1300,mkd-blog-installed,mkd-header-standard,mkd-sticky-header-on-scroll-down-up,mkd-default-mobile-header,mkd-sticky-up-mobile-header,mkd-dropdown-slide-from-bottom,mkd-dark-header,mkd-full-width-wide-menu,mkd-header-standard-in-grid-shadow-disable,mkd-search-dropdown,mkd-side-menu-slide-from-right,mkd-woocommerce-columns-4,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Blog

Vamos começar a inovar certo?

Inovação vem sendo tão abordada como uma necessidade, como uma nova cultura disruptiva dentro das empresas que o termo tem ficado até desgastado, se tudo o que vem sendo aplicado fosse realmente inovação não haveria problema algum nisso mas o que muitos aplicam como inovação nada mais é que simples pressão por novos lançamentos, criação e lançamento em massa de novas ofertas que no fim unicamente possuem uma cara nova. É essencial sim inovar, mostrar que sua empresa está aberta a se adaptar a novas tendências, a atender novos públicos com novas necessidades, a repensar seus processos quando necessário, mas tudo isso exige uma direção para que não seja um processo caótico e que siga as diretrizes erradas, pois afinal inovação é muito mais que simples criatividade e mudanças unicamente por serem mudanças.

Existe uma forma certa de inovar

Se inovação fosse unicamente um trabalho criativo ela não seria possível em empresas com processos mais industriais onde não possuem profissionais que exerçam funções de demanda criativa, mas ela é possível em qualquer segmento, basta se planejar e aplicar a inovação de forma correta, é importante pontuar que a inovação como uma disciplina ou metodologia aplicada de forma pontual, para lançamento de um novo produto por exemplo não é válida e não irá gerar resultados, ela precisa fazer parte da cultura da empresa. A melhor forma de se aplicar uma cultura inovadora dentro da empresa é iniciando pela direção, que a imagem que transmitam não seja a de um pedestal que tudo vê e julga, isso afeta diretamente a criação de novas ideias e causa que a equipe tenha medo de ter suas novas ideias julgadas e recusadas.

Como citado anteriormente, o processo não pode ser caótico e sim ser constituído de etapas bem definidas e que façam sentido, quando quebrarmos a falsa ideia que inovação é unicamente criatividade e que consiste na criação da maior quantidade de coisas novas possíveis no menor tempo possível começaremos a caminhar para real inovação. Pequenas inovações e grandes inovações devem ocupar o mesmo lugar, pois apenas assim faremos que toda a equipe viva uma real imersão na cultura, deve haver abertura para que todos se sintam aptos a sugerir coisas novas.

A inovação é de todos

Um fator que coloca em risco todo o processo de inovação de uma empresa é a mal distribuição das responsabilidades para que o mesmo funcione, como citado acima ainda é muito difundido que inovar é um dever dos departamentos criativos e isso não é bem assim, muitas vezes possuímos um departamento de P&D ou um departamento de marketing que não contribuem com a inovação e se concentram unicamente nas tarefas que já realizam de forma automatizada e não se desdobram para criar novos projetos ou trazer melhorias. Por conta disso a necessidade de uma cultura é fundamental, para que todos entendam que possuem voz, a possibilidade e o dever também de contribuir para que a inovação ocorra; isso gera um sentimento de intraempreendedorismo na equipe que é extremadamente saudável tanto para a empresa quanto para o crescimento profissional da equipe. Ter departamentos que estejam interligados também é essencial, caso contrário a inovação vai ficar dando voltas sem rumo de um lugar para o outro, tendo aplicação para alguns e sendo rejeitada por outros, pois afinal de contas ela apenas esta solucionando dores de uns e ignorando outros ao invés de ser validada com todos os elementos da equipe.

No fim, o mercado é quem manda

Contudo a inovação unicamente é válida quando ela for aceita pelo mercado, afinal podemos ter grandes surfistas e ótimas pranchas mas não controlamos a onda, que no caso é o mercado. É o mercado que diz o que é ou não inovador afinal é o cliente que vai pagar por isso, há uma quantidade absurda de empresas soltando produtos no mercado unicamente por soltar acreditando que inovar é sempre fazer uma grande quantidade de coisas distintas, pregando que o melhor é aquilo que é diferente e não o que é bom e aceito; no fim o cliente é rei e se você não escuta o seu cliente e acredita que a sua experiência, o fato de você ser especialista na dor que resolve é o suficiente para vender o seu produto, você está bem enganado.

 

Lucas Muniz

Gestor de Projetos na Brave Crew MI – Eu ensino às pessoas que a melhor forma de vender o seu produto é explicando o por quê de você estar apaixonado por ele. Apaixonado por inovação e soluções inteligentes, fiel seguidor da filosofia que diz que pessoas foram criadas para pensar em coisas incríveis ao invés de viverem presas em jaulas do comodismo.

Nenhum comentário

Deixe um comentário